PÁGINAS INDEPENDENTES

30 de mar de 2014

UMA IMAGEM 140 CARACTERES

Era uma vez:
Um lindo e sonoro piano... notas bem compostas  espalhando alegria pela natureza... lua cheia... alma plena!

24 de mar de 2014

VAMOS BRINCAR COM A CHICA? (2)

BRINQUE TAMBÉM. VÁ LÁ NO SEMENTES DA CHICA PRA SABER AS REGRINHAS DESTA BLOGAGEM COLETIVA.


"COMICHÃO: SÓ PASSA QUANDO SAIO A BRINCAR."

22 de mar de 2014

UMA IMAGEM - 140 CARACTERES

Esta é a minha participação neste projeto...

Participe também! Nessa semana é no blog da
Depois de espalhar notas musicais por toda a natureza, ela dormiu deitada na grama verde, ao lado de seu velho amigo... o violão.

15 de mar de 2014

UMA IMAGEM - 140 CARACTERES

Dessa vez sua participação será divulgada pela MARI B. do blog
Devaneios e Desvarios.
Vá até lá e participe também!

Ela espera a costumeira carona para o ensaio... 
Mesmo em compasso de espera, ela transparece toda a magia e elegância da bailarina.

10 de mar de 2014

D R - DESODORIZANDO A RELAÇÃO...

O carnaval passou... passou até o Dia da Mulher... pensei e repensei.
Apesar de não ter pedido desculpas formalmente..., a “bocuda” baixou bastante a bola... é o jeito dela tentar “limpar a barra” comigo.

Pensei no constrangimento de ter que explicar todo o procedimento comigo e resolvi voltar atrás (afinal, nem sou rainha... rsrs...) e não a despedi. Pensei também que ela demonstra muito carinho com os meus cachorros e está bem capacitada a caminhar com eles (não é tão simples...).
Mas, tomei uma atitude: associei-me a um site(que me foi muito bem recomendado) que passa a ser meu “Departamento de Pessoal” e vou “manter distância”, tanto quanto dita o bom senso.

Ou seja: Vou reforçar o desodorante rsrsrs



8 de mar de 2014

UMA IMAGEM - 140 CARACTERES

Reflexão integrante do projeto ora assumido pela parceira Silvana


Ser jovem é deixar-se balançar num velho pneu e refletir sobre a vida e sobre si mesma.

2 de mar de 2014

QUANDO O CARNAVAL PASSAR...



Carnaval... sempre foi uma ocasião que não me desagrada nem entusiasma. 
Depois que passa, até gosto de ver algum compacto do desfile, no Rio, pela TV, e imagino que desfilar na avenida seja muita adrenalina... mas nunca tive vontade de estar lá... nunca tive paciência para ver o desfile inteiro de uma escola... e, desde que o carnaval passou a ser usado por politiqueiros como o "ópio do povo" estou ficando cada vez mais desencantada.
Baile... já experimentei, mas não é minha praia... prefiro a praia propriamente dita. ;-)

Neste ano, nos dias "de carnaval", quando tudo pára, estou em compasso de espera. Uma espera que poderia ser angustiante, mas, literalmente graças a Deus, não tem sido!
É que, a minha dependência ESPECIAL provoca um desgaste no meu relacionamento com quem fica comigo e cansei de bater boca com quem se acha a pessoa mais "boazinha" do mundo e "sequer entende a minha linguagem".
Ontem, depois de impropérios e críticas pessoais, escutei:
- " Ah, vai cagá no mato!".


OOOFFF!!!



Percebi que ser dependente não significa ser refém e lembrei que o "novo" pode assustar, mas ninguém pode se deixar aprisionar pelo "velho"(costumeiro).

ASSIM, QUANDO O CARNAVAL PASSAR
 vou entrevistar alguma pessoa para substituír a "bocuda".