PÁGINAS INDEPENDENTES

17 de fev de 2017

VAI DAR CERTO

 Essa BC está sob a tutela das parceiras MARI e SILVANA


Existe um jargão popular. “Casar ou comprar uma bicicleta?”...Por que não as duas coisas? Mesmo com 'chuva', pode dar certo.

15 de fev de 2017

"ERA UMA VEZ"...

 
Quadrinhos é o "Era uma vez"... sequencial, rsrsrs....

(Coisas do Nei [Osnei Furtado da Rocha] no Facebook) 


Eu teria uns 3 ou 4 anos quando a tia Olga viajou da fazenda onde morávamos para a longínqua Campo Grande, cidade onde nasceramos e aonde ela fora “tirar o nenê da barriga”...
Passado algum ela voltou trazendo um bebezinho no colo... era o Neizinho.

O Neizinho cresceu e cresceram-lhe os cabelos, cabelos que eu gostava de pentear. Levava umas broncas da tia Olga, pois antes de pentear, eu molhava BEEEEMMM rsrsrsrs.

Tornou-se um menino curioso, bastante sociável e muito, muito criativo. Afinal, morávamos numa fazenda bem grande e bonita, que nos fornecia espaço e condições para nos expandirmos pessoalmente.
Um pouco antes de mim, o Nei mudou-se para Apucarana e seguimos convivendo. Como aquele bebezinho cresceu! 
Éramos pré-adolescentes e eu ouvia os adultos comentarem que o Nei não gostava de estudar... estranho...

Ele estudava sim...eu vi. Talvez de uma maneira pouco convencional... Havia, quase sempre, uma revista em quadrinhos entre as folhas do livro escolar.
Logo a revista foi substituída por um caderno de desenho, onde ele escrevia e ilustrava as próprias historinhas. E os desenhos eram bons - Dom de Deus mesmo!

Nesta fase da vida, eu tinha 18 anos. Casei e mudei.
De longe, soube que alguém (não sei quem) percebera o talento do Nei e levou-o a estudar num ginásio vocacional em Barretos.
Há uns 10 anos redescobri o Nei numa rede social... num fim de semana, recebi a visita do 'Neizinhão' rsrsrsrs. Era o meu primo, com esposa e filhos, ali na minha frente, ao vivo e a cores, num momento de pura alegria.

Continuamos nos 'vendo' virtualmente.  Atualmente, ele se vê assim:

Os desenhos do Nei juntam um Dom divino ao desenvolvimento e renovação de técnicas que movimentam a arte de desenhar.