PÁGINAS INDEPENDENTES

12 de abr de 2014

LICENÇA-PRÊMIO

Todos sabem que gosto muito das letras da MPB, hoje eu  questionei uma delas...



Ouvindo TENTE OUTRA VEZ (Raul Seixas) percebi:

Apesar de toda a fé que tenho em Deus e na vida e de saber que a água viva ainda tá na fonte, não tenho mais dois pés aptos a cruzar a ponte, minhas rodas e minhas mãos descoordenadas me atrapalham... e a "ponte" é extensa e intensa.
Além disso, já sacudi meu mundo... já venci várias batalhas e me sinto vitoriosa.
Não penso que a cabeça aguenta se eu parar... Não! Não! Não!
Dei-me o direito a sacudir a carga e aliviar um pouco o peso, assim como um cão sacode o excesso de água que pesa sobre o próprio corpo...


Eu volto.
Vou me dar férias e cuidar apenas dos meus pets, por algum tempo.

1 de abr de 2014

"PODEMOS FECHAR A CORTINA..."

Aconteceu a anos... mas tenho refletido muito a respeito...
Foi no período imediatamente posterior ao meu divórcio.
Numa manhã ensolarada, eu estava sentada diante do 'meu' psicoterapeuta e, como de costume, eu "chorava pitangas". Ele ouvia atentamente, enquanto a luz do sol, que entrava através da cortina aberta, me incomodava.
Ele pediu uma pausa, aproximou-se e fechou a cortina, dizendo:
-"O sol tá incomodando, né? Mas podemos fechar a cortina...".


Será que aquela ação fora proposital?Teria sido estrategia?

Só sei que funcionou...

Não devemos fechar os olhos para a realidade... mas quando a realidade nos cega, "podemos fechar a cortina" por algum tempo.