PÁGINAS INDEPENDENTES

23 de jan de 2012

OS ANIMAIS E EU - VI

  Ontem meu cachorro grande, latiu enlouquecidamente... 
A minha cuidadora foi ver e voltou dizendo que havia um enorme sapo perto do portão. Pegou uma vassoura e espantou o bicho, sem ferí-lo.

 O fato me remeteu ao passado:
Os sapos marcaram indelevelmente minha vida, fato que permaneceu ignorado por mim durante décadas. Depois do jantar, todas as noites, íamos até a casa de uma tia, que era nossa vizinha. Ali, havia um grande terraço para o qual as luzes acesas, atraiam insetos. Sapos vinham “jantar”... Eram muitos sapos. Os adultos avisavam às crianças, que “xixi de sapo cega” e, então, eu nem me aproximava deles. Cresci vendo nos sapos apenas um predador feio e mau, tão mau a ponto de cegar um ser humano! Fato é que nunca consegui acreditar em príncipe encantado... Que princesa daria um beijo naquele bicho feio??? 
Atualmente, faço questão de registrar aqui que sapos não são maus, apenas




NÃO SÃO PRÍNCIPES ENCANTADOS!

7 comentários:

  1. Jan, Querida

    Sapos me apavoram, porque cresci ouvindo exatamente isso: xixi de sapo cega,

    Cá estou sorrindo com essa lembrança apavorante da infância,

    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Acho que todas as meninas crescem temendo os sapos, e desejando o príncipe encantado...


    Hehehehehe!...


    Beijão pra você, menina linda.

    Fique bem, fique com Deus.

    Cid@

    ResponderExcluir
  3. ALÊ E CIDA! MENINAS QUE NÃO ME ABANDONAM;-)
    DEVO DIZER-LHES QUE NUNCA TIVE MEDO DE SAPOS. APENAS APRENDI A CUIDAR PARA NÃO LEVAR UMA "XIXIZADA" NA CARA... EU SÓ NÃO GOSTAVA DELES, POIS ACHAVA FEIO E NOJENTO... ONTEM A MARIA ESPANTOU O SAPO, PARA SALVÁ-LO DAS PATONAS DO CÃO (JÁ PENSARAM NA SUJEIRA? AGGGGG)

    ResponderExcluir
  4. Minha mãe tem PAVOR de sapo HAHA.
    Será que xixi de sapo chega mesmo?
    rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu amo sapos! Claro que não pra conviver..rsrsrs... Mas um dia ouvi alguém dizer que eles dão sorte, e eu que já achava uma graça a figura, passei a colecionar, de todas as formas, em qualquer material. Bjo queridaaa!

    ResponderExcluir
  6. Jan, vai me achar estranha... Mas desde pequena eu sempre gostei de sapos, principalmente os pequenininhos. Quando eu ia para o sítio com meus pais ou então para a serra eu sempre escutava, principalmente durante a noite, os sapos dizendo que estavam ali. Cada sapo tinha seu som, pode parecer estranho, mas eu gostava de ficar ouvindo. Parecia um diálogo, um debate na lagoa.

    Também me falavam que "xixi de sapo cega", mas me diziam que isso só acontecia se tentássemos machucá-los. E recordo eu pequenininha falando: "Os bichinhos tem que se proteger de algum jeito, né mamãe?" Eu ficava de longe observando aquele bichinho que nos livrava de insetos, pensando no medo que ele poderia ter dos "bichos grandes" que somos nós.

    Ah, Jan! Muito obrigada por despertar em mim lembranças tão bonitas.

    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  7. Ah! E só para deixar claro: Eu também não beijaria um sapo rsrsrs

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE