PÁGINAS INDEPENDENTES

18 de mar de 2013

DANÇANDO DESCALÇA...

Eu estava zapeando a TV, quando parei pra ver e ouvir a música DE FRENTE PRO CRIME - João Bosco... e meus pensamentos me levaram a desbravar o passado.

Era o finalzinho dos anos ’70... talvez 1979.
O “ballet moderno” engatinhava... fiquei sabendo de um curso novo e fui ver como era.
De cara gostei da roupa que incluía “meia-calça sem pé”, pois todas as alunas dançavam descalças... sempre intui que, descalças, as pessoas se despem um pouco de si mesmas, mas não tinha consciência disso...
Escolhi um horário e fiz a matrícula.
No primeiro dia de aula, olhei-me no grande espelho do vestiário e gostei do que vi... senti-me a própria bailarina pop, de meia calça rosa, collant azul marinho e redinha no cabelo... sem o classicismo das sapatilhas e do saiote de tule.
A jovem professora veio chamar pra aula... as alunas eram madames, daquelas com nome e sobrenome... mas não me intimidei, pois estávamos todas igualmente descalças... e todas pisávamos o mesmo chão.

Depois de alguns movimentos coordenados pela professora, ela pôs uma fita K7... no gravador, mandou que ouvíssemos bem a letra e dançássemos conforme a mesma... ali mesmo! Sempre que ouço a música DE FRENTE PRO CRIME - João Bosco, lembro com imensa satisfação, aquele dia em que dancei descalça...
Pouco tempo depois, abandonei aquelas aulas, por razões pessoais.
Mas, eu me sentia bem naquela roda de mulheres que, como eu, dançavam descalças.

21 comentários:

  1. Oi Jan!
    "Recordar é viver" É bom relembrar as coisas boas do passado!
    Gostei de conhecer mais uma parte da sua história.
    Bjs com carinho!
    Magda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Magda... recordar é viver. Mas não só recordar, né? ;-)
      Minha vida "vem em ondas..." pode ir 'pescando' a vontade.

      Excluir
  2. Lindo ler tuas recordações e lembranças...beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Felizmente, tenho coisas boas e bonitas pra me lembrar...

      Excluir
  3. Oi Jan
    Engraçado vc postar sobre balé, pois eu nunca tinha visto uma Cia de Balé, esse tipo de cultura não vem a minha cidade, só traqueiras kkkkkkkk. Mas veio na cidade vizinha, e grátis! Eu e o Marcos fomos ver. Que lindo! Adorei.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  4. Quando criança tinha vontade de fazer balé, mas nunca pude, por que éramos muito pobres, mas quando pude eu mesma pagar minhas aulas, entrei par afazer dança de salão e faço até hoje, adoro...amei seu texto, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que vejo uma saia rodada rodopiando no salão ;-)))))))))

      Excluir
  5. Menina, aonde que tem uma dessas?
    Eu quero entrar pra já.Sério,Jan,tô procurando, claro que por aqui, uma academia que tenha este tipo de dança-livre.Se estava animada antes, depois de tuas declarações, fiquei entusiasmada.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Calu, não tenho visto mais mais destas... acho que a 'febre comercial' desse tipo de academia foi nos anos '80.
      Mr. Google deve saber :-))))))))))

      Excluir
  6. Olá amiga.
    Dançar faz bem para o corpo e para a alma, além de ser uma atividade prazerosa!
    Ontem passei por aqui e deixei uma mensagem no seu post anterior.
    Tenha uma ótima noite e um lindo amanhecer!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dançar faz bem, sim.
      Eu devia ter dançado mais ;-)

      Excluir
  7. Oi jan.
    Nossa que delicia dançar, já faz um tempinho que não danço. Já fiz também aulas de dança, mas não tive a mesma sorte de estar descaço. Devia ser uma delicia. É majestoso, penso que naquela hora da dança a gente se sente uma princesa.
    Deixando meu carinho. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Verinha, que bom que você veio pra "conversar"!!!
      Confesso que nunca fui muito "dançadeira"... eu gostava DAQUELE cursinho (talvez por estarmos descalças...), onde eu me sentia bem... a dança era um veículo pelo qual eu estava tomando gosto. Mas fui "interrompida".
      Foram horas "majestosas"... esta é a palavra que define aquelas horas.

      Excluir
  8. Olá!
    Jan
    Lindo ver suas "lembranças"...percebo que não se dança somente com o corpo, mas sim, é necessário que se tenha muita vontade de dançar, e eu nunca tive muita.
    Meu carinho
    Boa noite
    Bom final de semana
    ah..recebeu meu escrito para a biblioteca?
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Felisberto!
      São lembranças boas que ajudam no dia a dia. Acredito que se dance com a alma, mas O CORPO PRECISA RESPONDER...
      Eu até que aprendi o "faz de conta"... mas até isso tem limite, né?
      Hoje eu vivo "de frente pro crime" mesmo.;-)

      Excluir
    2. Ah... seu texto está programado pra ser o próximo.
      é que eu intercalo com alguma coisa minha... eu tbém sou filhinha de Deus!!!!

      Excluir
  9. Há recordações que ficam para sempre gravadas no nosso coração. Dançar é sentir a música é libertar a alma.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Maria... "dançar é sentir a música" e até mesmo a lembrança faz bem!

      Excluir
  10. Oi Jan,

    que delicia,
    eu nunca fiz aulas de danca, mas sempre tive vontade..,
    bjsss

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE