PÁGINAS INDEPENDENTES

19 de jul de 2013

ASSIM... ASSIM!

O TUBO
Nesta semana fui fazer uma Ressonância Magnética.
Tudo transcorreu bem, como de costume (já fiz esse exame várias vezes...) , mas depois de passar 20 minutos imóvel e de tomar uma injeção de contraste na veia, dentro daquele ‘tubo’ claustrofóbico e barulhento, eu me dei um passeio por um shopping ali perto, enquanto buscava um utensílio doméstico do qual necessito.

Enquanto a cuidadora empurrava minha cadeira de rodas por vitrines coloridas, uma historinha foi sendo formada em minha cabeça. Viajei no tempo...

Vi  uma menina que brincava com os próprios pés, imaginando lindas sandálias com tirinhas bem finas e coloridas a enlaçá-los elegantemente.
A menina cresceu e era quase uma mocinha. Então seu lazer predileto era experimentar sapatos cuidadosamente retirados da prateleira, na pequena loja de seu pai... mas a menina sabia que os sapatos deveriam voltar às prateleiras, pois precisavam se vendidos para suprir necessidades básicas da família e só lhes eram destinados os sapatos realmente necessários.
Depois vi uma menina/moça tentando convencer o pai de que suas “necessidades” eram, agora, mais... digamos “supérfluas”.
Logo a menina/moça casou-se e seus olhos brilhavam diante das vitrines das grandes lojas que ostentavam famosas marcas de sapatos.
E foi então que ela realizou suas  fantasias e, dando grande importância aos próprios pés, ela adquiria sandálias com tirinhas finas e coloridas a enlaçá-los elegantemente.

 Encerrando aquela rápida mas abrangente viagem, ouvi a cuidadora/acompanhante dizendo:
“- Olhe! Este não vai machucá-la e não escorrega.” Segurava um sapato baixo, bem moderno e muito bonito.
Olhei o preço: caríssimo!
Lembrei que não preciso de novos sapatos (tenho vários)e sei que, financeiramente, não estou num bom momento para comprar sapatos.
Mas, a minha capacidade de sonhar não acabou. Eu ainda vou ter um daquele: ... e vai ser loguinho!


4 comentários:

  1. Jan:
    Admiro sua capacidade de sonhar, de tirar bom proveito, mesmo de momentos "dolorosos", de se divertir com a simplicidade e de ter um bom-humor de causar inveja.
    Bom final de semana.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  2. É Sil, felizmente Deus me deu essa capacidade!
    E essa capacidade surgiu exatamente quando se fez mais necessária.
    Ontem mesmo, procurando uma imagem do "tubo", para ilustrar esta postagem, me deu uma coisa ruim de me imaginar ali dentro. O interessante é quando estou lá é tudo dez;-)

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  3. Olá Jan.
    Não pude deixar de sentir uma grande admiração, depois de passar por este exame e ainda conseguir criar algo encantador é para poucos. lembro-me quando menina fiquei esperando por uma melissa que nunca chegava e quando hoje me apaixono só por sapatos só com preços elevados...rsrsrs... Dá peninha de gastar em algo tão caro, sou bem assim.
    Agradeço o carinho da sua visita. Um lindo domingo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Verinha, talvez essa minha capacidade de superar situações incômodas, deva-se a minha convivência com "amigos de estimação" (pets)... acredito mesmo que sejam um espécie de 'Transmissores do Amor Divino'.
    Quanto aos sapatos, sempro prefiro comprar um mais caro do que dois mais baratos... ou ficar sonhando e perseguindo o sonho ;-)

    Abração
    Jaan

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE