PÁGINAS INDEPENDENTES

16 de mai de 2011

"vai brincar, menina!" -I-

Ela comemora meio século de vida na virada do século e, enquanto rememora a própria vida, sente-se privilegiada por ter podido viver tantas coisas: umas tristes e outras alegres, mas todas importantes.
Isabela mergulha no passado e o passado vira presente. 
Do primeiro fato marcante ela não se lembra, mas sabe que sua irmã caçula morrera ainda bebê.
Isabela cresce com uma espécie de culpa inconsciente. Sentindo-se mais Isa do que bela, a menina torna-se crítica, curiosa e observadora, características nada valorizadas em uma menina daquela época.

Alheia à saga de Isa, a História segue seu curso:
• Morre Carmem Miranda. A mulher usava muitos colares e pulseiras, uma cesta bem grande de frutas na cabeça, saia rodada e sapatos altíssimos.
• O Brasil ganha o campeonato mundial, na Suécia. Isa vê os pais alegres como nunca.
• Surge o craque/rei Pelé.
• Morre Marylin Monroe e "Sua morte por overdose de barbitúricos pareceu ser a conseqüência inevitável de uma vida infeliz".
• O Brasil sagra-se bicampeão mundial de futebol.

Isa torna-se adolescente e percebe mudanças nos seus seios e nos seus anseios. Passa a brincar menos e sonhar mais, sempre interessada nos acontecimentos mundiais.
Tendo tomado a família Kennedy como modelo, Isa sonha com a sua própria família de filhos lindos, marido bonzinho, "taillerzinhos chiquérrimos", carro conversível...
• John Kennedy é assassinado.                                                  

                                                                                                     CONTINUA...