PÁGINAS INDEPENDENTES

10 de ago de 2011

PELA PUPILA...















Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante. A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos. Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo. Deles não quero resposta, quero meu avesso. Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim. Para isso, só sendo louco. Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças. Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta. Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria. Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto. Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade. Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos. Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça. Não quero amigos adultos nem chatos. Quero-os metade infância e outra metade velhice!Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa. Tenho amigos para saber quem eu sou. Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que "normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril.

Compartilhado no Face Book por Miguel Lozzardo Junior - escrito por OSCAR WILDE
 
LOUCURA  

Mesmo quando a vida é dura
descobrir encantos é loucura?
Sou louca.

Pro equilibrista
a corda bamba é loucura?
É louco.

Ver a “verdice” do verde,
ver a candura dos animais é loucura?
Sou louca.

Eu mesma;-)

6 comentários:

  1. Jana querida do meu core, e graças a Deus num tenho um amigo normal rsrs
    Adorei as imagens, se tem duas coisas nas pessoas que me deixam encantada são os olhos e o sorriso

    Adorei o que escreveu, já percebi e hj mesmo fui pro trabalhando pensando nisso: as pessoas acham normal receber críticas, dar "patadas" uns nos outros, ver a vida cheia de tristeza como se ela não tivesse nada de bom para nos oferecer. Ser apaixonado pela vida virou loucura, dar carinho a quem amamos é um dos sintomas, pois então eu quero que achem que sou louca, louquíssima, mas sou feliz assim :)
    Seu post me inspirou!!!!
    bjokitas com master carinho meu!

    ResponderExcluir
  2. Aff! Quando digo que amigo não é por acaso... Esse texto foi um dos primeiros que coloquei no blog. Tua cara Jan. Bjo!

    ResponderExcluir
  3. Essa postagem ficou muito linda!

    Sua "Loucura", então...DEMAIS!!!

    Como bem diz aquela frase: - "De perto, ninguém é normal!"

    :)))

    Beijo no core,

    Cid@

    ResponderExcluir
  4. São essas dualidades que nos levam a perceber a beleza que há nesses pares compostos pela alma humana.
    Amigos por inteiro em si próprios,e em parcerias.
    Amei o manifesto, Jan.Obrigada por trazer Wilde.
    bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  5. É... QUE BOM QUE EU FUI AO FACEBOOK...
    FOI LÁ QUE 'RAPTEI' O WILDE E TROUXE PRA NÓS AQUI.
    E ASSIM, OS LOUCOS VÃO SE ENTURMANDO:-)))))

    BEIJOS

    JAN

    ResponderExcluir
  6. E falando em verde, gosto dessa combinação de verde com marrom do seu bloguito :)

    Escolho meus amigos pra sentir paz ao lado deles, mesmo quando parece estou travando uma guerra.

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE