PÁGINAS INDEPENDENTES

16 de jan de 2012

MEA CULPA

Depois de tudo que já vivi, hoje sou terminantemente contra aprisionar peixes em aquários e, esperando que minha experiência sirva de alerta aos amigos da blogosfera, confesso: eu mesma já mantive um grande aquário...
Nele cabia uma grande quantidade de peixes de diferentes raças, cores e tamanhos.
Verdadeiros clãs vivendo em 80 litros de água morna, iluminados por uma lâmpada acesa dia e noite. Eu me encarreguei de alimentar os peixes e controlar a temperatura da água. Aprendi a coordenar aquela movimentação familiar e, descobri que a rotina de cuidarmos daqueles peixes promovia a união da minha própria família, pois nos juntávamos (mãe, pai e filhos) quando era dia de limpeza no aquário. Era um trabalho de horas, animado pela perspectiva de apreciarmos, juntos, a água cristalina iluminada e salpicada de peixes bonitos e coloridos, que nos trariam paz e harmonia.
...
Quando a minha separação conjugal se concretizou, me vi com três filhos e um clã de peixes para cuidar sozinha...
Na última noite que o aquário passou lá em casa, sentei-me e fiquei observando o movimento dos peixes. Dei-me conta, então, de que cada criaturazinha daquelas era uma vida, com suas próprias características e que todas estariam me observando como eu as observava.
Por um segundo, o olhar daquelas pequenas criaturas era como o olhar do Criador sobre a criatura.
 Que impressão eu teria causado?????


9 comentários:

  1. Nunca tinha pensado nisso


    Obrigada por partilhar,



    Bjka

    ResponderExcluir
  2. Às vezes vivemos contradições na melhor das intenções.Houve o tempo da contemplação e da razão, ao fim do qual , vc deteve o olhar para as criaturas e as libertou.
    São percalços do caminho, Jan.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  3. Janzinha, nunca tinha pensado por esse lado, apesar de aqui em casa a gente tb nunca teve aquário, mas sempre achei bonito. Tentar enxergar o lado de lá nem sempre é fácil, mas tem que ser treinado diariamente amiga.

    bjocas com carinho imenso na bochecha ♥

    ResponderExcluir
  4. Refletindo agora...

    Obrigada, Jan!
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
  5. Olá adorei o teu texto, muitas vezes passamos pela vida sem tirar um tempo para reflexãome agradou muito o teu texto voltarei mais vezes, já estou seguindo, se quiser faça uma visitinha no meu http://joselito-expressoesdaalma.blogspot.com se gostar dá uma forcinha e segue lá

    ResponderExcluir
  6. Oi, minha linda amiga Jan

    Eu como grande apreciadora das causas ambientais, tenho verdadeira tristeza quanto ao cativeiro de animais domésticos. Sendo assim, concordo em gênero, número e grau com vc. Bjkas, com carinho!

    ResponderExcluir
  7. Olá Jan. Vim retribuir e agradecer a vizitinha.
    Já li um pouco do teu blog e gostei do que li. Amei essa reflexão.
    Nunca tive um aquário grande, apenas dois peixinhos, já não tenho. Já fiz esse tipo de reflexão, não em relação aos peixes, confesso, mas sim em relação aos pássaros. Ver uma criatura que nasceu para trilhar os céus em liberdade, presa numa gaiola, faz-me alguma impressão, acho injusto e desumano.
    Gostei do teu espaço e vou te seguir, vou deixar aqui os meus links para poderes conhecer e seguir, se gostares e assim entenderes. Tenho muito gosto em que sejas mais um botãozinho dos meus.
    Beijinho carinhoso, e que tenhas um fim de semana cheio de alegrias.
    http://falandocomosmeusbotoes.blogspot.com
    http://saboresdanossavida.blogspot.com
    http://miminhosdaidalia.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, minha nova amiga Idália!
    Um aquário bem montado é lindíssimo e traz até os homens a tranquilidade das águas profundas... mas NADA justifica mantermos um animal (não doméstico) aprisionado... sei que soa bastante radical, mas é assim que hoje penso.;-)

    Bom Domingo!

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE