PÁGINAS INDEPENDENTES

21 de mai de 2012

HISTORIA: CADA UM TEM A SUA.



DIFERENTES


REALIDADES

Há uns 10 anos, escrevi:
O IDEAL E O REAL

Seria muito bom se tudo fosse ideal.
Mas não é. É real.
Nem melhor, nem pior. Só real.
Pode frustar perseguir o ideal, quando é feio, o real.
O real não vem de realeza, mas de realidade.
Melhor enfrentar o real com os pés no chão
e deixar só a cabeça sonhar com o ideal.
Pedra é pedra, pau é pau!

Ontem, um acontecimento corroborou minha teoria, aqui exposta em forma de poesia.
O Duda (um dos meus filhos) veio me mostrar seu novo carro.
Fiquei feliz por ele e, examinando o carro, verbalizei estar feliz por ele, mas não almejo um daqueles, pois não consigo mais dirigir...

Em  contrapartida, apontei para um cantinho de jardim que abriga parte da minha historia feita de frustrações e realizações. 

8 comentários:

  1. Com o ideal nos aproximamos do real e, se não conseguimos reproduzi-lo totalmente, podemos substituí-lo, buscando no pedaço de realidade a idealização que tivemos.
    Bjos, Jan,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não me importaria de dirigir um "carrão" com um "painelzão";-) e o Duda não se importaria de ter um "jardinzinho personalizado";-)

      Mas...
      Então buscamos o ideal, dentro da realidade de cada um de nós.

      Abç Jan

      Excluir
  2. Jan, a imagem diz tudo. Diferentes realidades, contanto, cada uma com seu devido valor.
    Também sou a favor do realismo, embora muitas pessoas se ofendam com isto, principalmente no mundo virtual, onde querem torná-lo um mundo encantado e, quando falamos a real, passamos por polêmicos e por outras expressões pejorativas injustas.
    Eu não sou o tipo de blogueiro que fica na posição do "o blogue é meu, eu escrevo o que quiser e cala a boca!". Não mesmo. Eu vejo a blogosfera como um lugar onde temos o direito de comentar o que pensamos e, se eu acredito que algo seja relevante e aberto a debates, eu falo. Não é querer se explicar, é estar aberto ao debate.
    E não, eu não perdi o foco de seu post, isto é apenas uma experiência que divido onde pessoas por vezes querem tudo ideal, quer que sejamos pessoas ideais e o ideal só existe mesmo dentro das mentes, não é palpável.
    A realidade está aí. Por vezes feia, por vezes bonita como a imagem de seu jardim e temos que encará-la. Não há outra saída.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É assim, Chris
      Todos se fixam no ideal, mas se ele estiver fora da realidade de cada um, fica impossível realizá-lo... sei que é assustador e difícil aceitar, mas não sei "dourar a pílula".

      Idealizar e sonhar é bom, mas(eu acho)não devemos lamentá-los e não devemos nos empenhar em utopias.
      Sonhar é como fazer promessa... cada um por si;-)

      Obrigada por compreender...

      Jan

      Excluir
  3. Ai, Jan! Agora você me deixou super pensativa. Acho que por enquanto o que posso dizer é que o ideal e o real fazem parte da vida e precisamos deles para um equilíbrio dentro de nós, assim como de outras 'contrariedades'.

    Tenha um final de semana iluminado
    Beijos no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Daiana,
      Entendo "equilíbrio" como a capacidade de sonhar (idealizar) dentro da realidade que a vida proporciona.

      Abração
      Jan

      Excluir
  4. Oi JAN,

    Filosofando, hein?
    Concordo com sua tese. O ideal está mais para sonho do que para realidade.

    Ótimo final de semana.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. É Vera.
    Depois de alguns "tombos" fiquei "filósofa";-)

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE