PÁGINAS INDEPENDENTES

18 de mai de 2012

A VIDA, ASSIM COMO É


Posto aqui para que todos os PNEs saibam que podem curtir a vida, mesmo que seja através de mãos alheias... mesmo que tenha as mãos descoordenadas, como eu.
 Eu curto cuidar das plantas e o “murinho” de clorofito requeria uma atenção especial.
PS: No condomínio em que moro é proibida a construção de muros altos dividindo os jardins frontais das unidades...

10 comentários:

  1. Oi Jan,

    que lindo o seu jardinzinho!
    Eu acho muito legal quem cuida de plantas. Infelizmente nao tenho nenhum dom para isso. Tudo que eu já tentei plantar, acabou morrendo :(

    bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anna, é assim mesmo
      Algumas pessoas são "jardineiras", outras tocam piano;-), mas o importante é respeitarmos nossas diferenças, né?

      Abração
      Jan

      Excluir
  2. Ei JAN,

    Sumiu, querida!

    Senti sua falta e vim conferir. Você é um exemplo, sabia?

    Que sua noite seja tranquila e o domingo de alegria.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vera
      Sumi não, menina!
      Vou sempre lá... ainda hoje deixei um recadinho.

      Abração
      Jan

      Excluir
  3. Enquanto houve mentes brilhantes como a sua a qual posta coisas maravilhosas haverá sempre um balde de gelo no qual poderá com poucas ou muitas palavras expor seja lá como for aquilo que sua linha da imaginação possa ela crias sempre estará parte daquilo que és daquilo que nos revela numa simples imagem assim como ti na sua mais pura simplicidade de mulher que és no intimo que fora criada posta sempre algo referenciando a fragelidade a força e as virtudes da mulher naquilo que és mulher. Obrigada linda por fazer o mesmo retribuindo de bom grado minha visita no seu blog o qual já esta em meus favoritos guardado com muito carinho em meu coração.... Jamais a questionarei por que não a o que questionar tudo é perfeito e feito de uma tamanha magnitude que são meramente expressas de uma maneira tão suave e simples como se escrevesse cada palavra e cada linha com o sopro e a suavidade de sua respiração que nos faz crer que na simplicidade daquilo que fora criada mulher tem o poder e o dom da escrita na sua pura feminidade...Eu queria escrever luxuoso palavras,e sar palavras que rebrilhassem molhadas e fossem peregrinas. Às vezes solenes em púrpura, às vezes abismais esmeraldas, às vezes leves na mais fina seda macia... E assim vou eu contando versos e prosas de uma maneira suave e continua... E nas minhas mais finas palavras descrevo com naturalidade aquilo que a de mais puro em ti sua simplicidade na escrita...Obrigada grande poeta. Adorei vir aqui e me deslumbrei com as maravilhas de suas inspirações.Tomei a liberdade em postar este comentário em teu blog... Retribuindo desta forma, de uma maneira carinhosa a sua expressiva visita no meu blog, as quais as têm enriquecido com seus mais refinados comentários... Um bom final de semana!
    Um grande abraço!E um carinhoso beijo....
    .Um forte abraço e um bj bem no seu coraçãozinho....
    http://www.uanderesuascronicas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vander(?)
      Obrigada pela visita.

      Abração
      Jan

      Excluir
  4. Que Lindo.
    Aqui, minha mãe adora plantas e flores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathy
      É bom gostar de plantas e flores... elas não exalam nenhum mal e contemplá-las faz um bem!!!
      Lembranças à sua mãe;-)

      Abração Jan

      Excluir
  5. Cacete, eu sou um desastre com plantas. ahah. Eu gosto particularmente de orquídeas e certa vez minha mãe comprou uma pra mim, faleceu no ato!
    Gosto da maneira que se posiciona, todos podem curtir a vida a seu modo, mesmo que não seja fácil, vale como exemplo há muitos considerados "saudáveis" que optam por ficar de mimimi e deixar a vida passar. Em verdade, são exatamente estas pessoas que eu considero ter problemas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cacete, Chris:-)))))))
      Eu tenho muita sorte com orquídeas, pois nunca consegui cultivá-las... mas a vizinha (cujo jardim aparece na foto acima) tem um xaxim bem alto, em cujo tronco ela cultiva orquídeas do tipo catléia, que quando floresce enfeita tudo por aqui;-)

      Bem que eu gostaria de meter a mão no canteiro, mas...
      Então, me satisfaço dando instruções e depois apreciando o resultado.

      OBS: Espero que a "falecida" tenha sido a orquídea e não sua mãe... (desculpe, mas não resisti;-))))))))

      "DE PERTO, NINGUÉM É NORMAL."

      JAN

      Excluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE