PÁGINAS INDEPENDENTES

19 de fev de 2013

SOMBRAS

"Mamãe está ficando difícil..."
Minha amiga e seus familiares foram passar o Natal com a mãe já idosa e muito fragilizada por uma doença grave. 
O tempo estava bem típico de verão e a família providenciou para que o almoço fosse servido sob as árvores, no quintal.
"Mamãe" concordou e, apática, encarou as filhas e apontou pra sua cuidadora:
"- Mas não quero essa SOMBRA atrás de mim!"...

Aquele relato me levou a refletir... 
Infelizmente, os Portadores de Necessidades Especiais, NECESSITAMOS de acompanhantes... ou sombras... enquanto essas pessoas são nossas sombras, é... suportável. Mas... se nos tornarmos a sombra dessas pessoas, é quase enlouquecedor.

24 comentários:

  1. Situações que necessitam de adaptações doloridas, estas que acontecem, mas o importante é que as sombras se tornem anjos da guarda.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria ótimo... mas é raríssimo...
      Será que anjo faz sombra?;-)

      Abração
      Jan

      Excluir
  2. Reflexivo e importante texto! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Chica!
      Sempre o OUTRO lado!

      Abração
      Jan

      Excluir
  3. Arrepiou até o coração.
    Você me deixa assim, me faz pensar e pensar muito e agradecer muito também, amo você querida Jan.
    Um grande beijo em seu coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrepiou?????
      Então agradece, Muié ;-)

      Abração
      Jan

      Excluir
  4. Aqui em casa cuidamos da minha avó que teve um avc há 11 anos. Ela não tem consciência na maior parte do tempo, e nem uma cuidadora no rastro dela, mas também sofre bastante por ficar presa na cama só vendo tv o dia todo.

    ResponderExcluir
  5. Acredito que seria apenas uma forma de provar, não só para as outras pessoas que ali estavam, mas para si mesma, que ao menos naquele momento, ela teria a capacidade de pensar, de se expressar.
    Enfim, de agir por si mesma.

    Já convivi com pessoas Portadoras de Necessidades,
    e sei o quanto elas desejam a Independência.

    Um bjo minha linda!!

    ResponderExcluir
  6. É POR AÍ, MARY!

    Obrigada por ter vindo.
    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  7. Oi Jan
    Um texto reflexivo, brilhante e atual. Adorei!
    Bjos. Fique com Deus!
    Obrigada pelo carinho de sempre no meu blog.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana!
      Ainda estou refletindo sobre isso...
      Obrigada pela compreensão que seu comentário demonstra.

      Excluir
  8. Jan, seria muito bom que quem cuida de outra pessoa o fizesse sempre com carinho, respeito e amizade, mas infelizmente nem sempre isso acontece.
    Um grande beijinho
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AMOR, CARINHO E MUITA... MUITA PACIÊNCIA, NÉ MARIA????rsrsrsrss

      Excluir
  9. Minha querida bem reflexivo mesmo, sempre tem os dois lados da moeda....
    Agradeço a gentileza pelos votos de felicidades no dia do meu aniversário.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Patricia, toda "mala" deve ter "alça"...

      Excluir
  10. Oi Jan!
    Acredito que a dificuldade é para ambos - quem necessita e quem ajuda.
    Qdo fazemos com o coração, fazemos o máximo e muitas vezes não queremos dar o "espaço" necessário por medo.
    Muitas vezes o que eles querem é só se sentirem donos de si.

    Abração e linda semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí... é difícil pra ambas as partes... ninguém quer sentir-se "invadido".

      Excluir
  11. Ai, Jan! Não sei o que dizer. Posso te deixar um grande abraço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa dizer nada Daiana...
      Bastou o grande abraço ;-)!!!!!!!!

      Excluir
  12. Jan minha linda claro que dá tempo geralmente eu deixo o link valendo por uma semana, mas hoje estava com problema e vai aturar mais ainda rsrs, bjus e obrigada.

    ResponderExcluir

  13. Oi JAN,

    Seu texto me fez lembrar do meu pai. Quando ele adoeceu e começou a se esquecer de tudo, tivemos que contratar uma cuidadora para ficar ao lado dele, pois tínhamos receio de que ele fosse para a rua e não conseguisse voltar. Ele não gostava dela.
    Há circunstâncias em que estas "sombras" auxiliam muito na qualidade de vida das pessoas que delas dependem, embora eu reconheça que elas possam se sentir muito incomodadas e com sua privacidade cerceada.

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vera, eu tenho o privilégio de ser capaz de controlar pessoalmente minha vida, em todos os aspectos que requerem integridade MENTAL e intelectual. Mas sombra é sombra... e eu não gosto...
      Sendo sincera; não fosse a alegria, o respeito e quase reverência dos meus cachorros, eu não aguentaria.

      Tenho um "leão" bem encrenqueiro, preso numa jaula virtual...

      Excluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE