PÁGINAS INDEPENDENTES

1 de jun de 2013

ESCREVER É TERAPÊUTICO


Definitivamente! Posso afirmar. Por que?

Quando minha separação se concretizou, envolvi-me com trabalho e estudos... foi uma roda-viva bem intensa e, assim, abafei toda a mágoa que senti.

Quando a doença neurológica tentou me tirar daquela roda-viva, fiquei revoltada... muito !
- E agora Deus? O que mais Você tem pra me surpreender????!!!!!
Alguém pode imaginar tamanha petulância?
Ainda bem que Deus é sábio e paciente... foi respondendo aos poucos... através de fatos e recados. 
Pois é, podemos sentir quando alguma "fala" de algum humano é recado de Deus.

Pelo tipo de trabalho que executei e tendo cursado Direito, tomei gosto pela leitura e, também, pela escrita.

O primeiro livro que lancei foi intitulado É ASSIM... só assim. Aos poucos eu vi que a vida não É só ASSIM. A vida é ASSIM, ASSIM ;-)
Escrevi uma crônica sobre OS LIVROS EM MINHA VIDA.

A crônica está ALI 

13 comentários:

  1. Nossa Jan:
    Que grata surpresa saber que você escreveu um livro.
    Fiquei curiosa para lê-lo.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Silvana!
      Escrevi o É ASSIM há quase 15 anos... hoje eu não sinto tanta revolta. Melhor que vc não o leia ;-)

      Vá lendo o E-Library. Intercalo meus textos com o de outros escritores, e todos partem de alguma experiência pessoal e intensa.

      Abç
      Jan


      Excluir
  2. Pois é minha amiga a vida é Assim ... Assim, mas sabe, penso que infelizmente a maior parte das vezes a vida é um Assim negativo, carregado de tristeza e saudade daquilo que se teve, ou daquilo que não se terá jamais. Desculpe o meu atraso nas visitas e o meu desabafo, mas estas últimas semanas não têm sido fáceis.
    Bom domingo
    beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, entendo seu desabafo... o meu virou livro ;-)
      Mas eu afirmo que a vida não é só ASSIM.
      É assim, assim, pois vem em ondas, como o mar. A vazante leva por baixo e a maré cheia traz por cima. O mar até nos dar um "caldo", mas sobrevivemos.
      Tristeza???? Chore e reclame... você tem direito.

      Abç
      Jan

      Excluir
  3. A vida sempre nos ensina, não é?
    Legal saber que escrevestes um livro! Ah, e vou correndo ler sua postagem anterior.
    Até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade eu escrevi 5 livros... dei um jeito de "esgotar" todos. Não ganhei dinheiro nenhum... pelo contrário.
      Mas ganhei auto-estima e isto "não tem preço";-)

      Abç
      Jan

      Excluir
  4. Em situações de total perda do chão que pensávamos firme sob os nossos pés,ficamos à deriva de nós mesmos e só com muita força de vontade e fé(que vc tem de sobra)é possível reaprender a pisar.
    Teu lema é Renovação, Jan.
    Um abração,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho bastante fé mesmo. Será Dom???
      Descobri que sou corajosa ;-)

      Abç
      Jan

      Excluir
  5. Adorei a sua postagem
    bjs
    www.diariodaleleticia.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!Boa tarde
    Jan
    sim...concordo plenamente...escrever é terapêutico para muitas pessoas porque é um meio de organizar sensações e sentimentos, além de provocar a criatividade ...foi um prazer saber que tens um livro escrito e lançado!Irei ler,sim!
    eu pensava que a vida é assim...mesmo, mas, vi que é mais difícil enterrar histórias, momentos e sorrisos à enterrar-se. Fácil é olhar a vida passando e ficar estático no mesmo lugar, amargurado, desiludido, cabisbaixo. Difícil é assumir que está no fundo do poço e, sim, precisa de ajuda. Difícil é estufar o peito e não se deixar abalar por nada. Fácil é chorar pela cicatriz adquirida, difícil é aceitá-la como uma tatuagem interna que faz parte de você...Continuar dentro de uma bolha de solidão e sofrimento é escolha nossa, assim como lutar pra sair dela também...e assim, assim, aprendendo,a vida continua...
    Obrigado pelo seu carinho de sempre
    Bom restinho de domingo
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Felis... a vida tem momentos assim e, outros momentos ASSIM.
      E, vamos em frente, né?

      Abç
      Jan

      Excluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE