PÁGINAS INDEPENDENTES

12 de set de 2014

"ESPALHANDO AMOR"

Parabéns Elaine pelo seu aniversário e de seu blog dia 15/09!

FALANDO DE AMOR 
Do amor exclusivo a uma só gente não quero mais falar.Do amor abrangente a toda gente eu quero falar.
Mimado ou carente, abastado ou indigente, saudável ou doente, doutor ou paciente, com ou sem dente, cético ou crente,criança ou adolescente, estranho ou parente, vivente ou sobrevivente,culpado ou inocente, obtuso ou inteligente, do oriente ou do ocidente, igual ou diferente.
A toda a gente eu quero amar.
Escrevi estas palavras a uns dez anos e durante algum tempo me questionei de onde viria o amor que eu queria espalhar... agora já sei: Deus o espalha na Natureza - basta saber sentir.

Aí está um bom exemplo... posso colher amor no meu jardim...

12 comentários:

  1. Amor universal, bem distribuído e compartilhado! Linda participação,Jan! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Oi Chica!
    Quando vi que havia um comentário, tive certeza que seu!!!!
    Aqui também colho amor.

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  3. Bendito esse amor abrangente, que se alarga, atinge a toda gente, transforma o vivente num ser amorosamente capaz de receber e doar; verbo amar.

    Lírica poesia, Jan, inspiradora em cada verso, mexe com os sentires :D
    Bom final de semana.
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Calu, ainda bem o VERBO AMAR tem mais de uma pessoa...

      Abração
      Jan

      Excluir
  4. Jan:
    Fui lendo, curiosa pra saber quem era o autor dessa belezura.
    Quando terminei de ler o post inteiro, e vi que o texto era de sua autoria, aí o deslumbre foi total.
    Tá na hora de pensar em escrever outro livro.
    AH! E por falar nisso, tô digitando tá.
    Não pense que esqueci, é que tô meio lesa e lerda mesmo, rsrsrsrssr.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  5. Oi Sil!
    Minha experiência como Escritora foi riquíssima, mas percebi que estava em flagrante desvantagem diante de escritores SEM dificuldade de locomoção, pois divulgar a profissão significa marcar presença em eventos literários e outros afins... outrossim, onde já se viu uma escritora que não consegue autografar seus livros? nem falar em público?
    Não estou reclamando... apenas constatei uma realidade e me adaptei a ela: agora sou BLOGUEIRA e dou uns pitecos literários.
    ;-)

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  6. Jan:
    Olha aí mais uma oportunidade pra nós duas, rsrsrssr.
    Você dita e eu digito.
    Só não posso autografar, mas no restante saiba que tem uma parceira para o resto da sua vida.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
  7. Oi Sil!
    Nesse caso, meu problema não é exatamente a digitação... um livro vai nascendo em mim aos poucos.
    Mas vou obstar sua oportunidade... aceito AJUDA (como naquele livro, já
    publicado, que vc está digitando e nos passeios maravilhosos que acrescentam muuuito à minha vida,tornando-a mais agradável).

    Eu devo arcar com as minhas limitações... eu já usufrui bastante ajuda da literatura e foi o que autorizou a abrir o E-Library.
    A propósito, preciso de sua ajuda para aquele blog... sua e da Mari.
    Sobre isso, conversaremos através do bom e velho e-mail ;-)

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jan:
      Que tal conversarmos sobre isso pessoalmente???
      Vou te ligar para marcarmos, ok.
      Bjs.:
      Sil

      Excluir
    2. OK SIL.

      Aguardo.

      Abração
      Jan

      Excluir
  8. Jan, que graça se poesia! Quanto a recordar nas coisas que escrevemos durante a vida! Adorei sua participação! bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anne!
      Esta poesia foi o grande orgulho da minha curta carreira de escritora profissional.
      Hoje ela é um lembrete da imensidão amorosa e amável. ;-)

      Abração
      Jan

      Excluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE