PÁGINAS INDEPENDENTES

20 de ago de 2012

A PORTA DO QUARTO


É sabido que passei grande parte da minha infância “na fazenda”, e até hoje sou maravilhada com tudo que eu via por lá.
O que nem eu sabia, era que meu ladinho estilo ‘arquiteta/romântica’ nasceu em mim naquela época.
A casa em que eu morava era bastante confortável e sempre tive um grande carinho por aquele espaço onde eu me sentia segura e protegida.

Mas, do outro lado da “estradinha” havia os meus primos (meus melhores amigos de infância). Eu achava simplesmente maravilhosa a casa em que eles moravam: heras trepadeiras a envolviam externamente, em um dos lados... ali havia portas que abriam para o quintal na sala de jantar e num quarto de hóspedes ao fundo; os outros três lados eram guarnecidos pelo “terração” por onde se entrava na casa pela sala de estar; o “terracinho”, que dava acesso à cozinha; e, o “terracinho vermelho”, uma continuação do “terração”, e no qual se abria uma porta para o quarto da “tia”. Saindo do terração, havia um gramado imenso e flores de montão.

Toda aquela grandiosidade mexia com minha imaginação infantil... mas, havia algo que nunca consegui aceitar nem entender: adentrando o quarto da tia pelo corredor interno da casa via-se um móvel obstaculizando a passagem por aquela porta... e o quarto era sempre escuro, pois a janela que se abria para o “terração” estava sempre fechada. Aquele quarto era a antítese do meu sonho de menina: um quarto tão desagradável numa casa tão agradável!

Há 15 anos construí uma casa e nela quero terminar meus dias.


Hoje, no meu quarto há uma porta/janela sempre aberta para um terraço interno, enfeitado de plantas e flores... sempre aberta, deixando "a luz do sol entrar"!

8 comentários:

  1. Jan querida,

    Viajei com você para a sua infância, percorri a casa e me encantei com a casa de seus primos...também não gostei da porta fechada, que nossa entrada barrou.
    E sua casa nova, que delícia!!!Porta aberta, sol entrando e vida, muita vida a brilhar!
    Obrigada pelo passeio.
    Bjssssss,
    Leninha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Leninha,
      que bom que vc gostou!;-) Nunca entendi aquela porta fechada e nunca tive coragem de perguntar. Talvez aquela porta tenha barrado de entradas e saídas...
      Bem, de qualquer modo, minha casa é escancarada.

      Abração
      Jan

      Excluir
  2. Que lindo Jan!
    Amei sua casa e seu cantinho pelo jeito predileto.
    Um beijo em seu coração e lindo dia de paz e muito sol.

    ResponderExcluir
  3. Olá Maria Teresa, quando eu construí a casa, o fiz por necessidade de espaço projetado pra cadeirante e... fiquei muito contrariada.
    Mas já fizemos as pazes;-)) e eu gosto daqui... qualquer cantinho da casa tem sua função e todos são "prediletos", como nossos filhos.

    Abração
    Jan

    ResponderExcluir
  4. È muito bom quando adequamos nosso cantinho do jeitinho que queremos.È nosso porto-seguro.
    Tua casa resplandece claridade:)
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Calu
      ..."porto-seguro". É isso aí.

      Abração
      Jan

      Excluir
  5. Que lindo minha querida, é tão aconchegante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Patricia
      aconchego faz bem pra alma.

      Abç Jan

      Excluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE