PÁGINAS INDEPENDENTES

7 de nov de 2012

CIRANDA PARTICIPATIVA



Houve um tempo que 'segundos'... me impunham “feitios”.
Minha amada mãe me impôs seu próprio feitio, durante muito tempo... depois segui o feitio do meu amado/amado... e eu era triste, embora pensasse que era feliz.

Depois, um fato alheio ao meu próprio feitio me obrigou a “chutar todos os baldes do meu pequeno mundo” e eu fiquei totalmente prêt-à-porter... e ME aprendi.

Um pouco depois, outro acontecimento me deixou nua de qualquer feitio... e ME desaprendi.

Hoje eu sou desprendida de feitios e até do prêt-à-porter...
Hoje eu só tenho PERFIL... que pode mudar a qualquer momento, pois ainda estou ME aprendendo.


26 comentários:

  1. Jan,
    pra mim o perfil é o feitio com um nome mais moderno, porém desenhado, rabiscado,marcado e apagado,refeito,mas nosso e próprio.
    Vc resumiu em prosa-poética os muitos feitios de tua vida.Ficou ultra bacana.
    Adorei tê-la na ciranda.
    Bjinhos,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Calu, ainda tenho o conceito de que feitio inclui aparência física e o perfil é mais comportamental... talvez mais virtual.
      OBS: No meu dicionário...;-), o antônimo de virtual é material. Ambos são reais e deveriam ser verdadeiros.

      "poética"... foi sem querer... ou saí 'pela tangente' pra ficar mais leve... pra mim;-)

      Excluir
  2. Linda participação, bem sincera e prática!! Gostei! beijos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostei da sua "prosa", Chica;-)
      PRÁTICO... é isso mesmo.

      Excluir
  3. Jan, é assim com todos, somos eternos aprendizes. e isso é muito bom!!
    Abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
  4. Todos estamos em fase de aprendizado. Gostei bastante do modo que escreveu Jan, ficou uma prosa poética.
    É muito ruim quando as pessoas querem que nos tornemos ao feitio delas...

    => CLIQUE => ESCRITOS LISÉRGICOS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim Christian,
      "É muito ruim quando as pessoas querem que nos tornemos ao feitio delas..."
      E é pior ainda quando demoramos pra perceber;-)


      Excluir
  5. Oi Jan
    Minha primeira vez por aqui, mas adorei seu post sobre a ciranda da Calu. Já estou te seguindo. Ficou bem poético, diferente do que eu escrevi, pois eu também estou participando.
    Bjos. Fique com Deus.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/2012/11/nao-e-do-meu-feitio.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciana, eu gostei de ter participado ;-))

      Excluir
  6. Olá Jan,
    O aprendizado, em qualquer circunstância é fundamental para a nossa mente caminhar e dar longos passos.
    Gostei do seu feitio.
    Bons fluidos.
    ___/\___

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Teresinha!
      Aprender é fundamental mesmo!
      Comecei tarde, mas sempre é tempo, né?

      Excluir
  7. Bom dia Jan.
    Estou visitando os participantes da ciranda proposta pela Calu.
    Gostei da forma que falastes do feitio, realmente muitas vezes nossos feitios são determinados por outras pessoas, já passei por isso, mas penso que consegui dar uma boa superada e agir por mim mesma.
    Parabéns pela participação.
    Meu carinho à você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E custamos a nos libertar do feitio das pessoas que amamos e queremos agradar... né, Majoli?;-(

      Excluir
  8. Ai que lindo o seu modo de escreve Jan!
    Gostei da sua participação nesta ciranda que a amiga Calu propôs.
    um beijo grande, carioca


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que vc gostou do meu "feitio"!

      Excluir
  9. Que super ao seu texto! Achei muito diferente a sua maneira de expressar-se. Gostei do Animai-vos. Tenho 4 bichos e no momento estou saindo para ir buscar comida para eles! também participei mas de uma maneira sem graça, pois a Net ou o Blogger acabaram com minha graça e inspiração! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria Luiza, bom saber que vc gosta de bichos... aprende-se muito com eles, né?

      Excluir
  10. Olá, querida Jan
    Lindíssimo!!!
    A vida é um constante desaprender e se arrumar... se ajeitar... aos padrões nosso e não os que nos querem impor... sem nos olvidar do que seja ética e moral... bem sabemos o que nos convém de acordo com os nossos feitos que são bons pois somos guiados pelas sendas do Bem!!!
    Bjs de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo "Lindíssimo!!!"
      Ajeitamos, medimos, tiramos... e assim nos deixamos moldar por algum Molde Superior!

      Excluir
  11. Jan,
    Adorei teu texto!Simples, e diz muito em poucas palavras. Despojar-nos de qualquer feitio alheio é sempre bom, sinal de nos encontramos mais um pouco a cada dia, e estarmos sempre dispostos a mudar é algo incrivelmente prazeroso. Parabéns! Gr. Bjooo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cris, gosto quando surge alguma oportunidade de escrever minha vida e assim, "me passar a limpo".

      Excluir
  12. Oi Jan,
    sua participação está extraordinária: "desprendida de feitios e até do prêt-à-porter".
    Quanta razão em suas palavras. Parte do nosso feitio é "comprado feito" por influência das pessoas que convivem com a gente.
    Muito original seu texto. Adorei a flexibilidade que demonstra em mudar sem se importar.
    Estou me revendo nas participações da ciranda e aqui na sua também me identifiquei com o que vc falou.
    Cheguei tarde mas postei hoje, mesmo quando pensava que não ia postar mais.
    Beijo de Portugal.
    Rute

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rute, fui aí em Portugal e amei conhecer o TAO.;-)

      "Feitio comprado feito"... e a gente compra qualquer coisa, dependendo de quem estiver vendendo;-(

      Excluir
  13. Olá, Jan! Como gostei do seu texto! Uma visão diferente do tema, desprender-se de feitios é preciso coragem e também é preciso um auto conhecimento profundo para se dar conta de que o feitio é imposto e não próprio! Você me fez refletir muito com suas palavras! Parabéns pela ótima participação!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lina!
      O que me impeliu a mudar foi sentimento... eu fui descobrindo meu próprio modelito.
      Coragem... chega um momento em precisamos buscá-la não sei onde.

      Gostei de'cirandar' por aqui;-)

      Excluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE