PÁGINAS INDEPENDENTES

31 de jan de 2014

A FONTE

Ao nascer de um dia qualquer do ano 2008, sintonizei um determinado canal e vi uma entrevista pela televisão.
Numa entrevista onde o entrevistado era um cantor/compositor de música brasileira e também escritor, falava-se sobre uma expressão artística e/ou cultural a serviço de outra, numa perfeita integração.

O artista entrelaçava os dedos das mãos, reforçando a ideia de integração de arte com arte... de arte com gente... de gente com gente...

Quando os dedos daquele artista se desentralaçaram, sairam inteirinhos e, cada qual na mão certa, manteve a própria individualidade: o "dedão" continuou dedão; o "dedinho" continuou dedinho; o "seu vizinho" continuou vizinho; e, etc.

Observei aquele gesto e lembrei-me de que me sempre me interessei pelas letras das músicas.


Sempre "li" o que as pessoas cantavam... as letras das músicas sempre "falaram" comigo e algumas me disseram coisas interessantíssimas ... é dessa fonte que eu bebo... é dali que busco subsídios e os armazeno no fundo da alma para escrever. 
Mas, lamentavelmente, eu me deixei distrair pelas minhas próprias dúvidas, sem lembrar que aquilo que foi, é, e sempre podemos tirar proveito do que é... e do que somos!

De hoje em diante eu prometo a mim mesma, tendo alguns leitores como testemunha, que vou me importar "menos com problemas pequenos", sabendo que "a cada um cabem alegrias e tristezas que vierem".


17 comentários:

  1. UAU, Jan:
    Tô bem desse jeito.
    Sendo assim, estamos em plena sintonia.
    Essa semana, a Marianna me perguntou:
    - Mãe, quando a gente vai visitar a Jan e entregar os presentes???
    Pelo visto, você já ganhou o coração dela também....
    No domingo, vai ter uma prova interna no haras onde o Sergio faz aula.
    Aproveito pra te convidar.
    Sei das suas limitações, mas caso queira ir, me avisa, ok.
    Bjs.:
    Sil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa Sil!
      Essa da Marianna me deixou "iluminada" ;-)
      Infelizmente estou de molho, por conta de uma pequena cirurgia periodontal que fiz na quinta feira. Estou bem, mas não quero abusar... melhor eu não sair (muito calor).

      Abração
      Jan

      Excluir
  2. Que lindo ,Jan! Adorei a leitura e ao final, tua conclusão pra vida..Legal! bjs, de volta, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As coisas são como são, né Chica?
      Mas... ainda bem que você voltou da praia...rsrsrsrs.

      Abração
      Jan

      Excluir
  3. Olá, Jan!
    Belíssima reflexão... e deixemos as ondas da vida rolarem, e nos lavarem!

    Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É Cristina!
      As letras de algumas músicas fazem pensar...

      Abração
      Jan

      Excluir
  4. Jan,
    dá uma chegadinha pro lado que vou sentar-me junto à vc e confirmar em uníssono esta promessa totalmente necessária para quem quer "se soltar das pequenices."
    Tamos juntas, amiga!Eu prometo!
    Também curto as letras das músicas e uso-as muito na reflexão e na escrita.
    Bom final de semana.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vai se "abancando", Calu! Vamos largar de "mi, mi, mi" e curtir uma boa música ! ;-)

      Abração
      Jan

      Excluir
  5. Pena que as letras das músicas de hoje (funks e que tais) não nos façam o mesmo efeito, não é? Que tal essa: "Ando devagar porque já tive pressa e levo esse sorriso porque já chorei demais"?
    Grande abraço!
    Sonia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ando devagar porque já tive pressa e levo esse sorriso porque já chorei demais"... essa foi feita exclusivamente pra mim, sabia? rsrsrsrs

      Abração
      Jan

      Excluir
  6. Oi Jan,

    Que bela reflexão sobre a vida,......músicas fazem parte da nossa história...


    Abçs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Vanessa!
      Algumas músicas fazem parte da nossa história... e algumas parece que contam a nossa história. ;-)

      Abração
      Jan

      Excluir
  7. Oi Jan,

    que lindo texto, gostei da imagem das mãos que se unem e depois cada dedo continua sua individualidade, lindo isso.

    Bejim e ótima semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Meire!
      O que mais me chamou a atenção, naquela entrevista, foi a 'brincadeira" com as mãos (deve ter sido uma jogada proposital do entrevistado...)

      Abração
      Jan

      Excluir
  8. O Jana
    Bem interessante essa reflexão sobre as letras das musicas!
    Teve uma musica que certa vez, mudou a minha vida!
    E sobre os,problemas cabe a nos darmos o merecido valor, sejam pequenos oumgrandes. Um choque térmico , ele para, um fermento , ele cresce.
    Bj zizi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Zizi... cabe a nós valorar nossos problemas!
      E as letras de algumas músicas ajudam muito.

      Abração
      Jan

      Excluir
  9. Vivaaaaaaaaaaaaaaa... Eeeeeeeeeeeeeeeeee... :-)
    Que lindo, Jan!
    Amém, querida!
    Outro bem apertado pra vc!

    ResponderExcluir

QUE BOM QUE VOCÊ VEIO!
PRETENDO RESPONDER AO SEU COMENTÁRIO...
SENTE-SE, TOME UM CAFEZINHO E CONVERSE COMIGO.

VOLTE SEMPRE